Blog Top Sites

Pesquisar este blog

google.com, pub-0465069744057450, DIRECT, f08c47fec0942fa0google.com, pub-0465069744057450, DIRECT, f08c47fec0942fa0

terça-feira, 6 de abril de 2010

PERUCAS ORIGEM

ganhe brindes e amostras gratisnet

EU RECOMENDO !!

As perucas

Você conhece a origem da perucas brancas engraçadissimas que estão sempre presente em filmes de época? elas surgiram no século XVII(17) para disfarçar a calvície do rei francês Luís XIV(14). Mas no Egito antigo, cabelos longos eram exclusividades das posições superiores e quando não possuíam cabeleiras, os faraós e guerreiros simulavam o visual utilizando mantos ou perucas, e isto ajudava a distingui-los dos sacerdotes, que usavam as cabeças raspadas. Alexandre Magno (356-323 a.C.), rei da Macedônia, rompeu com essa tradição, exigindo de seus guerreiros pêlos tosados ( a idéia era evitar que fossem presos pelos cabelos), a moda retorna com a calvície do rei Luís e o resto da corte o imitou, e essa moda foi levada à Inglaterra,por Carlos II e continuou restrita à nobreza. Os fios das famosas perucas eram retirados dos rabos de cavalo e os cachos feitos com cilindros aquecidos em fornalha. As perucas só saíram de moda depois da Revolução Francesa, mas na Inglaterra, juízes e advogados utilizam-nas para indicar sua condição superior. Detalhe: eles usam até hoje!

Atualmente, as perucas ainda fazem sucesso nos meios artísticos e entre as mulheres que gostam de modificar o visual, assim desde as antigas civilizações a cabeleira representou um elemento fundamental da personalidade humana e até hoje possui grande valor simbólico.

Por que todo mundo usava peruca na Europa dos séculos XVII e XVIII?

Não era todo mundo, apenas os aristocratas. A moda começou com Luís XIV (1638-1715), rei da França. Durante seu governo, o monarca adotou a peruca pelo mesmo motivo que muita gente usa o acessório ainda hoje: esconder a calvície. O resto da nobreza gostou da idéia e o costume pegou. A peruca passou a indicar, então, as diferenças sociais entre as classes, tornando-se sinal de status e prestígio. Também era comum espalhar talco ou farinha de trigo sobre as cabeleiras falsas para imitar o cabelo branco dos idosos. Mas, por mais elegante que parecesse ao pessoal da época, a moda das perucas também era nojenta. "Proliferava todo tipo de bicho, de baratas a camundongos, nesses cabelos postiços", afirma o estilista João Braga, professor de História da Moda das Faculdades Senac, em São Paulo.
Em 1789, com a Revolução Francesa, veio a guilhotina, que extirpou a maioria das cabeças com perucas. Símbolo de uma nobreza que se desejava exterminar, elas logo caíram em desuso. Sua origem, porém, era muito mais velha do que a monarquia francesa. No Egito antigo, homens e mulheres de todas as classes sociais já exibiam adornos de fibra de papiro - na verdade, disfarce para as cabeças raspadas por causa de uma epidemia de piolhos. Hoje, as perucas de cachos brancos, típicas da nobreza européia, sobrevivem apenas nos tribunais ingleses, onde compõem a indumentária oficial dos juízes

Perucas e Apliques se tornam acessórios fashions de mulheres estilosas

Já se foi o tempo em que as perucas eram usadas exclusivamente em casos de queda de cabelo e por quem precisava se disfarçar como as atrizes. Agora, elas invadiram as ruas e já há várias lojas especializadas.
Começou com os apliques, um rabo de cavalo ali, algumas mechas aqui. Você chegava no escritório e dava de cara com uma colega com as madeixas longas que até o dia anterior tinha cabelos curtíssimos. Era uma surpresa, comentário geral.
Dos apliques naturais ou artificiais a moda reinventou as perucas que surgiram no Egito, mas se tornaram mais populares no séc. XVII, com o Rei francês Luis XIV, que usava aquelas perucas brancas para esconder a calvície.
Felizmente, atualmente as perucas não se parecem em nada com aquelas antiguidades. Há perucas de todos os tamanhos e cores, o aspecto e textura se aproximam cada vez mais do natural. Os fios podem ser sintéticos ou naturais.
Postar um comentário

Postagens populares

ganhe AMOSTRAGRATISNET